As massas da Cozinha com Afeto já vêm prontas para consumo, a um ponto da textura ideal! Assim, não é necessário cozinhar sua massa, apenas esquentar. E a melhor forma de preparo será definida a partir da temperatura em que o alimento se encontra.

A primeira providência é deixar a sua massa em temperatura ambiente. Para isso, basta tirar uma ou duas horas antes do preparo (o tempo fora da geladeira varia de acordo com a temperatura local).

Já na temperatura adequada, coloque a massa em um escorredor/peneira e jogue água fervente por cima (apenas uma vez). Escorra bem e, em seguida, misture a massa na panela, com o molho de sua preferência já aquecido, deixando que esquente com o mesmo por alguns minutos – a massa em contato com o molho atingirá seu ponto!

Mas, caso sua massa não esteja na temperatura ambiente, não se preocupe! Você poderá saboreá-la quando desejar! Para isso, basta clicar na aba correspondente a como ela se encontra e seguir as respectivas instruções!

Ferva água suficiente para cobrir a massa. Despeje a água fervente sobre a mesma e deixe agir entre 30 e 60 segundos. Esse tempo é suficiente para esquentar a massa e não deixar que ela entre em cozimento (ela já está cozida!). Escorra bem e, em seguida, misture a massa na panela, com o molho de sua preferência já aquecido, deixando que esquente com o mesmo por alguns minutos.

Esse procedimento não deve ser feito com o nhoque.

MASSAS

Na Geladeira:

Coloque sua massa na geladeira um dia antes do desejado para o consumo. Nunca deixe sua massa descongelando naturalmente fora da geladeira – esse procedimento não é indicado pela Anvisa.

Em Água Fervente:

Ferva água suficiente para cobrir a massa. Despeje a água fervente sobre a mesma e deixe agir entre 30 e 60 segundos. Repita esse processo por duas a três vezes, mas dando um choque térmico com água fria entre eles, evitando assim que a massa entre em cozimento.

Esse procedimento não deve ser feito com o nhoque.

MOLHOS

Na Geladeira:

Coloque seu molho na geladeira um dia antes do desejado para o consumo. Nunca deixe seu molho descongelando naturalmente fora da geladeira – esse procedimento não é indicado pela Anvisa.

Direto na Panela:

Se você escolher descongelar seu molho diretamente na panela, lembre-se de acrescentar um pouco de água e deixar que derreta, sempre em fogo baixo, mexendo de vez em quando. Quando começar ferver, deixe o molho apurar um pouco.

Em Banho Maria:

Coloque um pouco de água em uma panela (altura de dois dedos) e o molho dentro de uma cumbuca (bowl). Quando estiver completamente descongelado, transfira o molho para uma panela e finalize, deixando apurar um pouco, mexendo de vez em quando.

Aquecer:

Coloque a massa já com o molho e esquente o suficiente para atingir a temperatura de seu agrado.

Descongelar:

Em média, dez minutos em temperatura alta são suficientes para descongelar uma porção de 500 g. Mas, cada micro-ondas tem características particulares (e tempo de uso!) diferentes. Assim, ao descongelar sua massa no micro-ondas, fique atento ao tempo do seu aparelho, tomando cuidado para não deixar sua massa ressecar…

Se sua massa estiver resfriada, ferva água suficiente para cobrir a massa. Despeje a água fervente sobre a mesma e deixe agir entre 30 e 60 segundos. Escorra. [Esse procedimento não deve ser feito com o nhoque.]

[Se sua massa já estiver em temperatura ambiente, basta colocá-la na travessa e seguir o procedimento abaixo.]

Coloque a massa em uma travessa, cubra com o molho de sua preferência e leve ao forno pré-aquecido entre 180ºC / 200ºC, para aquecer e/ou grelhar, tomando cuidado para não secar o molho.

Diferentemente das outras massas por nós trabalhadas, o nhoque não pode passar pelo processo de escaldo (água fervente), tanto no descongelamento, quanto no aquecimento da massa. Nosso nhoque já é vendido cozido. Colocá-lo em contato com água quente irá fazer com que ele desmanche e/ou grude com os outros, perdendo sabor e textura.

O melhor descongelamento para o nhoque é o feito pela via natural, em geladeira, de um dia para o outro. Entretanto, se o uso do micro-ondas é inevitável, 10 minutos, em potência alta são, em média, suficientes, para descongelar uma porção de 500 g. Mas, como os fornos são diferentes, deve-se ficar atento para que esse processo não resseque sua massa. Ah! E nunca descongele sua massa em temperatura ambiente – procedimento não recomendado pela Anvisa.

Se seu nhoque já estiver descongelado, tire-o da geladeira por volta de uma a duas horas antes do preparo e leve-o à panela, do molho escolhido já aquecido, deixando aquecer ali por alguns minutos.

O molho branco, quando perde a temperatura, tende a engrossar. Geralmente, ele retoma a consistência ideal assim que for aquecido. Entretanto, se ainda assim você achar que ficou grosso demais, basta diluir o molho em leite! E, dependendo da quantidade de molho (e de leite adicionado), talvez seja necessário um ajuste no sal!

Caso você tenha decidido congelar seu molho branco e no momento de servi-lo ele parecer talhado, não se assuste! Essa é uma reação química natural do produto! É só batê-lo no liquidificador ou no mixer e ele voltará à aparência e textura normais.

Eu também adoro passar a massa na manteiga, em uma frigideira, agregando uma diversidade de sabores (de mesclas de tempero, como gengibre e pimenta calabresa, a uma “simples” sálvia, com sal – flor de sal também fica uma delícia!). Aqui a sua criatividade entra em ação!! Caso escolha esse preparo, não se esqueça de misturar um fio de azeite à manteiga para ela não queimar.