Uma inspiração culinária

Yolanda, a mãe da minha mãe. Mais conhecida como Landa – e pros netos, Vó Landa.

Sabe aquela expressão “pegar alguém pelo estômago”? Essa era a minha avó! Ela tinha aquela mão pra cozinhar… imbatível. Não há quem supere seu bolo de nozes (sim! recheado com baba de moça!!!), nem sua farofa de pão ou o nhocão (delícia de nhoque gigante), lembrança deliciosa da minha infância! Algumas receitas ficaram no passado… não temos anotação – como o bolinho de queijo dela, que era feito quase todo de queijo (quem sabe um dia consigo reproduzir?!).

Cozinheira de mão cheia, ela – como uma boa matrona italiana – fazia tudo sem receitas, a olho. Eu, porciono tudo! Acho que desvios podem gerar catástrofes nas receitas… rsrs. Mas isso não me faz melhor, nem pior… é só um jeito de ser… Enfim, apesar das diferenças culinárias, decidi fazer dessa empresa uma homenagem à minha já saudosa Vó Landa, que sempre, com muito carinho, reunia a família, fisgando a gente pelo estômago.

É isso! Espero que gostem!

Beijos,

Dani, a neta caçula